Dicas para Cozinhas


Tipos de cozinha, distribuição do espaço e disposição dos móveis cozinha.

Embora possamos encontrar no mercado diversos tipos de cozinha, nem todos os modelos se adaptam ao espaço que temos disponível.

Por outro lado, também a colocação dos próprios móveis e eletrodomésticos está dependente da planta da divisão. Qualquer área de trabalho numa cozinha, divide-se em três distintas: Zona para cozinhas, água e armazenamento.

A melhor distribuição será sempre no intuito de formar um "triângulo", denominado de "triângulo de trabalho". Este deverá ser concebido, com o objectivo de reduzir o número de movimentos quando trabalha na cozinha.

Deverá sempre ter em mente que cada um dos lados do triângulo não deverá exceder os dois metros e a sua área não mais de seis metros. Para lhe incentivar a criatividade ao remodelar a sua cozinha, sugerimos-lhe 6 propostas:

Cozinha em Península

Este tipo de distribuição é o mais aconselhável para cozinhas longas. Com o uso da península, é possível definir uma zona para servir de mesa auxiliar, ponde é possível realizar as refeições rápidas.


Cozinha com Ilha central

As cozinhas quadradas permitem aproveitar as paredes que não têm portas nem janelas e, ao mesmo tempo, criar um módulo central que servirá de mesa de refeições, placa ou lava-loiça. Para não ter dificuldade em movimentar-se, recomenda-se o uso de 90cm à volta da bancada. Esta distribuição não só é muito pratica, como permite distinguir as zonas de confecção dos alimentos da zona de refeição.

Cozinha em linha

Usada geralmente em cozinhas longas, mas estreitas. É necessário no mínimo, 330 cm de comprimento. E em alguns casos, não é possível criar zonas de refeição na bancada.
O prolongamento de um balcão, além de delimitar a cozinha e funcionar como elemento decorativo de todo o espaço, serve de balcão de apoio à confeção dos alimentos e de mesa de refeições. A extensão dos armários inferiores pode ser aproveitada como o compartimento certo para guardar tachos e panelas ou criar uma garrafeira.

Cozinha em paralelo

Esta é a solução ideal para as cozinhas com duas portas. São necessários 120 centímetros no corredor. A solução mais indicada é, colocar água e a zona onde se confeciona os alimentos de uma lado e do outro a zona onde se guarda os alimentos.

Cozinha em forma de "L"

Ideal em cozinhas retangulares ou quadrado, por norma bastante e ideais para distribuir os armários por duas paredes. Com os eletrodomésticos encastrados irá sobrar espaço para criar uma zona de refeições, afastada da bancada de trabalho.
A zona de confeção dos alimentos é muito espaçosa e confortável, e também deixa em aberto, uma parede onde é possível criar uma zona para as refeições.

Cozinha em forma de "U"

Esta é a melhor solução para rentabilizar a área disponível, principalmente em cozinhas pequenas, pois pode sempre aplicar armários até ao nível da cintura nas duas paredes, e numa delas pode optar por móveis altos. Se tiver espaço, transforme uma das bancadas em zona de refeições.
Esta disposição é o mais confortável para o trabalho. São necessários pelo menos 120 cm no centro. É recomendado, colocar o frigorífico e o fogão frente a frente e a pia no meio da cozinha.

Medidas úteis para cozinha

Para ter uma cozinha ergonómica e confortável é importante respeitar as medidas de todos os elementos que a constituem. Com isto beneficiará de uma cozinha mais confortável e agradável.



Altura dos armários

Entre o fogão e a base dos armários, deve existir uma altura mínima de 55 centímetros para trabalhar com conforto. Por essa razão, os armários, devem ter uma profundidade nunca inferior a 20 cm.


Entre a mesa e o forno

A altura do fogão e do exaustor, nunca poderá ser inferior a 50 cm, mas devido a necessidade decorativas, essa altura nunca poderá exceder os 70 cm. Se possui um forno baixo, lembre-se que a sua frente deve estar desobstruída deixando uma distância de pelo menos 90 centímetros.


A volta da ilha

O uso de ilhas, são apenas recomendada em cozinhas amplas, porque é necessário de pelo menos 90 cm de espaço por todo o seu perímetro com objetivo de facilitar a circulação e a abertura dos armários.


Colunas do forno

A melhor opção, numa cozinha, é a utilização de uma coluna onde é possível colocar o forno e micro-ondas que são utilizando ao nível dos olhos. O micro-ondas deve ficar a uma altura de 145 cm e o forno convencional um pouco abaixo a uma altura de 90cm.

Utilização de uma bancada

A utilização de uma bancada, permite alongar o tampo para o exterior no mínimo de 25 cm, onde é possível utiliza-lo para tomar as refeições. Permite assim o uso de um banquinho para o conforto completo. Caso opte por instalar um ponto de luz por cima, poderá reforçar a imagem da bancada.



Bancada com uma mesa auxiliar

Com uma plataforma de 70 x 40 cm, a uma distância do solo de 70 cm, permite-lhe usar uma mesa auxiliar paras as suas refeições. No entanto, não se esqueça que, de reservar um espaço de 60 centímetros, por detrás da cadeira para que possa ter movimentos livres e confortáveis.